O Agente da Pastoral do Turismo

Campos de Ação

O campo de ação da Pastoral do Turismo abrange:

  1. Regiões, cidades e áreas turísticas;
  2. Turismo Religioso;
  3. Aeroportos, terminais rodoviários, ferroviários e náuticos;
  4. Prestadoras de serviços e seus colaboradores.
  5. Assessorias e desenvolvimento de roteiros.
  6. Estar atento a tudo que, na atividade turística, vai de encontro à dignidade humana para denunciar, profeticamente e lutar para que tais práticas deixem de existir.

Estratégias de Ação

  • criar, nas dioceses com maior movimento de turismo seja ele de lazer; cultural, religioso ou outro uma equipe de pastoral para a sensibilização e formação das pessoas e instituições da Igreja, em colaboração com a sociedade civil, envolvidas no acolhimento aos turistas;
  • fomentar a informação, usando também as novas tecnologias, das estruturas de acolhimento e seus horários de funcionamento;
  • facilitar a celebração da fé, recorrendo às línguas mais conhecidas dos turistas;
  • manter as igrejas e serviços de acolhimento abertos por mais tempo e em horários convenientes para os visitantes, recorrendo ao voluntariado das comunidades locais, sobretudo das pessoas com conhecimento de outras línguas, preparando-as para esta função;
  • elaborar, em colaboração com as regiões de turismo e comunidades locais, roteiros de turismo religioso e cultural na área das dioceses, com inclusão de propostas evangelizadoras;
  • buscar parcerias para a capacitação dos agentes;
  • Estabelecer vínculos com outras pastorais, especialmente as sócias e, nestas, aquelas que tocam mais diretamente questões ligadas ao turismo: Pastoral da Mulher Marginalizada, Pastoral do Povo de Rua, Pastoral dos Migrantes, Pastoral DST/Aids, Pastoral do Menor e outras.

Start typing and press Enter to search